Tokio Hotel +

És fã de Tokio Hotel ?! Então estás no sitio certo, entra e diverte-te!
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Especial; Amor ensanguentado

Ir em baixo 
AutorMensagem
Sweet@ngel
Admin
avatar

Feminino Número de Mensagens : 116
Idade : 24
Localização : Lisboa
Emprego/lazer : Averiguadora do body do meu nino; Tom Kaulitz ;)
Humor : Depende dos dias =X
THperfect : Tom Kaulitz
Data de inscrição : 22/03/2009

MensagemAssunto: Especial; Amor ensanguentado   Seg Mar 23, 2009 1:06 am

Especial; Amor ensanguentado



Caminhava pela estrada, estava frio e caia do céu uma neve fina e macia. Tinha me mudado a muito pouco tempo para Berlim, os meus pais divorciaram e o meu pai ganhou a causa no tribunal. É tão estranho estar aqui, não me sinto segura, sinto-me desprotegida, sem nenhum lugar onde me possa esconder, sinto um arrepio ao andar nestas pequenas e estreitas ruas, é como se mil olhares tivessem sobre mim, mas ninguém ali para o fazer. Finalmente dentro de casa. A escola sofocou-me. Alunos diferentes, estranhos, principalmente o rapaz que ao meu lado se sentou, Tom era o seu nome. Tinha tanta raiva no olhar, parecia querer comer-me viva, punhos cerrados e de repente abandonou a sala de aula como se nada fosse, onde estou eu? Onde vim eu parar?

Pai: Então, como foi o primeiro dia de aulas?
Eu: Estranho, assustador.
Pai: Assustador? - riu-se - Vais habituar-te, filha! Bem o pai vai ter de ir até Hamburgo tratar de uns assuntos, durante uma semana, ficas bem. Qualquer coisa é só ligares, já não és criança, creio que já saibas tomar conta de ti, afinal tens 17 anos!
Eu: Sim, pai! Vai tranquilo, eu fico bem! E já agora, vai partir quando?
Pai: Hoje a noite! - olhou para o relógio - À hora do jantar já não devo estar cá, por isso, encomenda uma pizza...Esta semana estás por tua conta! - Levantou-se do sofá - Eu vou acabar de arrumar as coisas. Ah eu deixei algum dinheiro no banco, toma este cartão, gasta no que precisares! - Deu-me um beijo na testa e subiu, supostamente, para o seu quarto.
Eu: Mal cheguei à Alemanha e vai ele me deixar cá uma semana, por minha conta...Como é que ganhou numa causa de tribunal?!
Pai: Disse alguma coisa, querida?! - Gritou do 1º andar.
Eu: Não! - Respondi no mesmo tom de voz revirando os olhos.

O que vale é que para o ano, faço os meu 18 anos e livro desse caos de vida!

...

Muito bem, mais um dia de aulas. O meu pai já deve estar bem em Hamburgo a resolver os negócias mais importantes que eu, isso é minimamente detestável. E novemente, cá estou a caminhar por essas ruas esquesitas, que metem medo. Chego à escola, me deparo logo com ele, o tal Tom. Vinha com um semblante mais calmo, mas o seu olhar continuava forte e penetrante.
Entrei na sala de aula, e tudo ocorre como em todas as aulas, uma seca. A hora passou a correr, já era hora do almoço, eu segui sozinha para o refeitório. Serviram-me, dirigia-me para a mesa, quando tropessei em algo que me fez desequilibrar, mas alguém me agarrou, alguém impediu que eu caisse. Não pode ser!

Tom: Estás bem?
Eu: Eu? Amh...Sim, estou!
Largou-me a mim e ao tabuleiro, e saiu dali num piscar de olhos.

Ele era realmente lindo, aquele olhar...Só não percebi o porque de tanto nervosismo, ele me parecia atrapalhado.
Não eu é que estou a ficar atrapalhada.
Sarah, o que se passa contigo? Tu não podes estar a gostar dele...Ou podes?
Dispersei aqueles pensamentos e sentei-me na mesa a comer.

...

A hora passou, Tom não parava de olhar para mim dentro da sala de aula, ele tentava evitar, mas parecia incontrolável. Um alto rapaz que se sentava atrás dele, às vezes chamava-lhe a atenção, mas era inútil. Já começava a incomodar, aquele olhar...Não via a hora de tocar para a saída, se ficasse ali mais um minuto com aquele rapaz olhar assim para mim, acho que cometeria um erro! Passado um pouco, toca. Estava tão aliviada, já não aguentava mais a pressão daquele olhar sobre mim.

...

E foi assim mais três dias, essa agonia, essa pressão. Era tão inspotaneo para os outros e tão estranho para mim.
Mas o terceiro dia mudou, houve um incêndio na escola, todos tivemos algumas semanas de férias.

Uma semana depois

O meu pai já tinha voltado de viagem. Estava tudo bem, mas o meu afecto repentino por Tom tinha crescido estranhamente, mas no meu coração tinha algo a dizer para não dar um passo tão grande, que era para guardar esse afecto só para mim.
Há dias que não o vejo, é estranho o que vou dizer, mas eu sinto a falta da pressão do seu olhar.
Será que o meu afecto por ele tem nome?
As semanas passaram, apenas 3. Voltamos ao quotidiano, aulas, casa, casa, aulas. Quando o vi, apeteceu-me correr para os seus braços, mas algo prendia os meus pés ao chão, eu não o fiz. O dia correu como qualquer outro, finalmente a pressão do olhar do Tom voltou a oculpar-me o tempo. O dia passou rápido, já eram horas de voltar para casa.

(...)

Bill: Tom, controla-te! Tu sabes muito bem que não podemos nos meter com nenhuma rapariga!
Tom: Bill, é inútil dizeres isso... - Olhou para o nada - Desde o dia que agarrei-a naquele refeitório...

Flashback

Tom: Estás bem?
Eu: Eu? Amh...Sim, estou!

Flashback

Bill: Tom, eu não digo por ela, eu digo por ti. Nós somos diferentes deles, tu sabes disso!
Tom: Eu sei - disse sentando-se no sofá - Eu tenho de esquecer essa rapariga!
Bill: É dificil, mas vai ter de ser...Desculpa.

Eu tenho de esquecer-te, eu tenho de esquecer-te, eu vou esquecer-te!

(...)

Passaram-se meses, já estávamos no fim do 2º Período de aulas. Já me tinha habituado à ideia daquele pessoal ser todo diferente do habitual, mas também tinha reparado que os olhares do Tom já não se erguiam em minha direcção. Sofria por isso, porque eu cheguei à conclusão que amava-o muito, independentemente da sua maneira diferente de ser, aliàs, foi exactamente isso que me chamou atenção.
Eu tenho de criar coragem, eu vou falar com ele!

...

Tom: O que... - Desviou o olhar, Bill escondera-se atrás dos cacifos da escola. - ...me querias dizer?
Eu: Tom, foram meses passados ao teu lado, meses dificeis. Eu guardei isso pra mim desde o dia em que me salvaste daquela suposta queda, quando me fixei apenas no teu olhar forte...Eu apercebi-me que...Gostava de ti e gosto!

Tu gostas de mim? Não, não podes! Não tornes as coisas mais dificeis...Eu tenho de me controlar, tenho de me controlar...

Tom: Eu também... - Foi interrompido.
Bill: NÃO! Não digas isso, não o podes fazer! - Disse Bill saindo de trás dos cacifos e correndo em direcção aos dois.
Eu: Porque não? O que ele me ia dizer? - Perguntei indignada.

Combinámos não falar ali, era um assunto demasiado delicado para ser conversado dentro de um escola, decidimos ir os três para casa juntos depois das aulas e no caminho conversavamos. E assim foi, nós conversamos.

(...)

"Eu me contive, mas agora posso fazê-lo. Foi um dia tão inacreditável para mim, foi o pior dia da minha vida. Ele é diferente de mim, e é isso que nos impede de viver essa paixão. Prometi ficar calada, ninguém pode saber, mas como confio em ti, digo-te o que se passa. O rapaz da minha escola, o Tom, gosta de mim, também, mas não podemos viver uma paixão por ele ser...Um vampiro! Eu sei é dificil de acreditar, mas eu vi com os meus próprios olhos, não é uma brincadeira, é a realidade! Quem diria que algum dia eu iria me apaixonar por um vampiro? Quem diria que os vampiros existem? Eu sei...Ninguém! Bem, esta é a novidade, grande e triste novidade de hoje. Vemo-nos amanhã, meu querido diário."

Fechei-o e reflecti o quanto a minha vida mudou com a minha ida para Alemanha, no próximo fim-de-semana já estarei bem longe daqui, o tribunal permetiu que eu passasse as férias com a minha mãe, só espero que estas férias sirvam para me alegrar e me fazer esquecer de alguém por quem me apaixonei!

Um ano depois

Já estava novamente a viver em casa da minha mãe. Finalmente, já não suportava ficar no segundo plano na vida do meu pai e da sua infantiladade. Não posso dizer que não tenho saudades da Alemanha, pois seria uma mentira, eu sinto imensa falta daquele ar diferente, estranho, mas principalmente dele...Sim, do Tom. Por vezes fecho-me no meu quarto e deixo-me ficar ali algum tempo, agarrada à minha almofada de tecido cedoso a imaginar o que estaria a fazer se naquele exacto momento estivesse na Alemanha, será que entre nós poderia ter alguma amizade se eu estivesse lá?! Não, eu não iria conseguir ser amiga de alguém que amo e também não teria coragem de arriscar a minha própria vida por algo que talvez nem valha apena...Será que algum dia irei arrepender-me de não tê-lo feito? Não, nunca...Então vem aquela frase tão falada pela minha mãe:"nunca digas nunca" e mais uma vez vejo-me indecisa. Parece estúpido, mas há quase um ano que não o vejo, mas o sentimento continua vivo, puro e ainda por ser descoberto.
Isto sinceramente está a dar cabo de mim...Não consigo reagir a esse momento da minha vida, algo me prende de fazê-lo...

Alguns meses depois

"Nunca digas nunca!"

Eu: Tom! - Chamei-o no meio da escuridão daquela noite, naquela deserta praia. Ele aproximou-se.
Tom: Tu?! Que fazes aqui?! - Perguntou ele e com suas palavras um brilho intenso invade o seu olhar.
Eu: Eu? Eu estou aqui porque algo me prende nesta Alemanha tão estranha...Consegues descobrir o quê?!
Tom: Eu amo-te...Mas não posso deixar que a tua vida seja completamente disperdiçada por mim...
Eu: Vou ensinar-te uma coisa...A vida não é nem um segundo perto do amor e eu não me importo de me transformar nesse monstro para viver aquilo de mais precioso que existe; um verdadeiro amor! - Sorri dando-lhe um suave beijo nos lábios.
Tom: Um amor ensanguentado seria um bom título para a nossa história, não?! - Sorriu, cravando, de seguida e suavemente, os seus dentes no meu pescoço.
Fiquei fraca, mas aguentei-me...No dia seguinte seria um deles, no dia seguinte poderia viver o amor que eu implantei dentro de mim durante, praticamente, dois anos.

Moral: O amor pode todas as coisas; objectivo: vivê-lo enternamente, porque este é um amor especial, um amor ensanguentado!

FIM!

--------------------------------------------------------------------------------

Bem, eu sei que é grande e não está nada de jeito, mas os meus incrédulos dedos não deixam de clicar nestes pequenos e quadrados botões com letrinhas a que chamamos teclado, portanto, inventa-se coisas destas, enfim é uma maldição que me sobrepuseram xD
Espero que não ter causado nenhum traumatizo ou algo do género Razz
Beijinhos e não deixem de comentar, mesmo que seja para dizer mal, o que provavelmente irá acontecer!
@Love
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://misspower89.hi5.com
Eva_Kaulitz

avatar

Feminino Número de Mensagens : 55
Idade : 23
Humor : por vezes bem disposta e por vezes com um humor que ninguem consegue aturar
THperfect : Tom Kaulitz
Data de inscrição : 29/08/2008

MensagemAssunto: Re: Especial; Amor ensanguentado   Seg Mar 23, 2009 8:30 pm

posso pedir-te uma cena ?
posta mais one shots ou cria uma fic !!
teras sucesso, pelo menos, neste forum... ; )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://te-amuh.hi5.com
Sweet@ngel
Admin
avatar

Feminino Número de Mensagens : 116
Idade : 24
Localização : Lisboa
Emprego/lazer : Averiguadora do body do meu nino; Tom Kaulitz ;)
Humor : Depende dos dias =X
THperfect : Tom Kaulitz
Data de inscrição : 22/03/2009

MensagemAssunto: Re: Especial; Amor ensanguentado   Seg Mar 23, 2009 8:46 pm


Obrigada, querida *.*

E sim, se for do agrado dos membros continuarei a postar^^ Em relação à uma fanfic, tenho de pensar bastante, porque a cada dia nascem-me ideias novas, mas não ideias que possam dar continuidade a uma fanfic gratificante, mas promento que pensarei no assunto!


Bjinhos@Love
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://misspower89.hi5.com
Sweet Bitch K'
Admin
avatar

Feminino Número de Mensagens : 278
Idade : 29
Localização : Na cama dele ...
Emprego/lazer : Fuck my bitch @
THperfect : Tom Kaulitz
Data de inscrição : 31/07/2008

MensagemAssunto: Re: Especial; Amor ensanguentado   Qua Mar 25, 2009 8:07 pm

Goshes!
Eu amei!
E sabes que mais?!
Quero mais One Shots querida!
Tens imenso jeito! *__*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sweet@ngel
Admin
avatar

Feminino Número de Mensagens : 116
Idade : 24
Localização : Lisboa
Emprego/lazer : Averiguadora do body do meu nino; Tom Kaulitz ;)
Humor : Depende dos dias =X
THperfect : Tom Kaulitz
Data de inscrição : 22/03/2009

MensagemAssunto: Re: Especial; Amor ensanguentado   Qua Mar 25, 2009 8:15 pm

Obrigada linda^^
Com certeza terão mais coisinhas destas por aqui Wink
Bjinhos e mais uma vez obrigada!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://misspower89.hi5.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Especial; Amor ensanguentado   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Especial; Amor ensanguentado
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Convite especial...Grupo do Paz e Amor...
» Duas historinhas que envolvem o amor
» ESPECIAL I - Hoje é um dia muito Especial, então venho trazer um Presente para vocês Gostem e Curtam também...
» Cantar junto, falta de respeito ou prova de amor
» Missão Resgate por Amor

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Tokio Hotel + :: Fãs :: One Shot - 18-
Ir para: